3º Tradicional XII Torneio Festas Cidade de Paredes

AMIGOS
A TÁVOLA DE CASTELÕES DE CEPÊDA,

Tem o grato prazer de vos anunciar que está a organizar mais uma vez no âmbito das Festas da Cidade de Paredes o seu Torneio de Ténis de Mesa. Será o Terceiro XII Torneio.
Os objectivos são sempre os mesmos: Potenciar o máximo de confraternização e de competitividade entre TODOS os participantes, ou seja, que aqueles que quiserem dedicar este dia ao Ténis de mesa possam jogar o maior número de jogos possível, independentemente de no seu decurso ganhem ou percam.
Sendo certo que haverá uma nivelação e homogeneização competitiva, de modo a que os que ganhem fiquem a jogar com outros que ganhem, e os que percam vão jogar com outros perdedores a ver se finalmente ganham.
É claro que aqueles que perderem sempre não ficarão muito felizes, mas alguém tem de ficar com a fava.

Para isso, na componente organizativa queremos fazer fases de qualificação que graduem os jogadores pela sua competência técnica, num sistema que em vez de afunilar (só os melhores continuam a competir), permita escalonar todos os participantes de modo a que no final exista uma classificação global do primeiro ao último em que cada um tenha, a sua final.
Isso consegue-se através de um sistema progressivo, em que os vencedores joguem com os vencedores e os vencidos com os vencidos.

Cartaz do 3º Tradicional XII Torneio Ténis de Mesa

O mais importante é com certeza a data: 14 de Julho de 2012, sábado do fim de semana em que se realizam as festas da Cidade de Paredes.
O objectivo é que o Torneio de Ténis de Mesa seja o maior evento desportivo no âmbito da realização das festas da cidade de Paredes.

Começa às 9h30, para que o objectivo de todos realizarem, pelo menos, 12 jogos se concretize, ou seja, todos que queiram participar têm de cativar e dedicar todo o dia para o torneio. Quem não o quiser fazer, não participe.

Para que haja condições logísticas para isto ser conseguido, o local de realização não será o nosso covil, mas o ginásio da escola primária (agora CENTRO ESCOLAR DE PAREDES) que se situa junto ao antigo estádio das laranjeiras, junto ao liceu de paredes, junto às piscinas de Paredes, a escassos 500 metros da saída da auto-estrada A4.
Há muito espaço para estacionamento.

Teremos pelo menos 9 mesas, mas se, em função do número de inscritos houver necessidade de colocar 12 mesas, será isso que faremos.

AS INSCRIÇÕES SERÃO ATÉ DIA 7 DE JULHO DE 2012.

Porquê tão cedo?
Porque se queremos fazer tantos jogos (12) entre os participantes, é fundamental que tudo esteja muito bem organizado e para isso, teremos de elaborar um quadro competitivo em função do número de participantes inscritos.
Ora isso não se consegue com inscrições em cima da hora, e por isso se pede que quem se inscreva o faça o mais depressa possível, através do e-mail tavolacast@hotmail.com ou através do telemóvel 962 651 201 (VASCO RIBEIRO).

TORNEIO MISTO E MISTURADO

No Ténis de Mesa não há machos nem fêmeas, queremos ver os jogadores masculinos humilhados pelas mulheres.
Mas a única vantagem das mulheres é que terão um prémio próprio (Um vale de 25 euros oferecido pelas lojas de roupa feminina – Valimarcos – para a melhor participante feminina.
Por isso, como o sexo não será verificado, qualquer um pode inscrever-se como sendo do belo sexo, independentemente do nome que tenha no seu BI, sendo certo que OS que o façam serão devidamente identificados como Participantes femininos.

AS SENHORAS NÃO PAGAM

A verdade é que os senhores também não.
Mas, como não escondemos que o objectivo do torneio é trazer receitas de milhares de euros para a Távola, haverá rifas (cuja aquisição é facultativa) que habilitará os participantes a receberem no sorteio os SALPICÕES e outros tradicionais e magníficos prémios.
O valor das rifas será: 1 euro para os minis (escalão A), 3 euros para os júniores (escalão B), 5 euros para os Séniores (escalão C).

SISTEMA COMPETITIVO e “SE TIVER FORÇAS PARA ISSO”

A organização em função do número de participantes fará um sistema de competição conjugado com a logística (número e distribuição de mesas) em que se fará grupos de jogadores em que todos competirão entre si, em que cada grupo jogará sucessiva e imediatamente em cada mesa, em que cada jogo se iniciará mal acabe o anterior.

Se houver muitos participantes equacionamos nesta fase inicial os jogos serem à melhor de 3 (vence quem fizer 2 jogos) em vez de à melhor de 5, mas as fases finais (nomeadamente o TOP 12) será sempre à melhor de 5.
O brilhantismo da coisa está em eliminar os tempos mortos, o que significa atenuar o tempo de aquecimento antes dos jogos (também se não for assim, no fim do torneio haverá jogadores completamente extenuados.

O “se tiver forças para isso” significa que o objectivo é que cada um esteja a jogar até ao fim da tarde a lutar pelo seu objectivo pessoal de conseguir o melhor resultado possível, independentemente de antes ter sido derrotado, se o quiser fazer.
Mas ninguém é obrigado a isso, se quiser ir embora mais cedo pode fazê-lo, mas ficará no último lugar, e não receberá nada no sorteio uma vez que os prémios são distribuídos ao fim.

ESCALÃO A: ATÉ AOS 11 ANOS E POPULARES ATÉ AOS 14 ANOS

Os mais pequeninos vão ter uma atenção especial: 4 mesas só para eles.
Jogam os federados até aos 11 anos, e populares até aos 14, porque estes se estivessem no seu escalão, seriam vítimas demasiado fáceis dos jovens tubarões da sua idade.
Assim a sua maior capacidade física equilibrar-se-á com a maior perícia dos iniciados federados.
Falando pelos nosso minis, consideramos que o que lhes falta é experiência competitiva de mesa (os torneios oficiais são demasiados rápidos – 2, no máximo, 3 jogos, quando não há faltas de comparência), e as fases finais são também mais 1 ou 2 jogos.

Aqui vão ter jogos para se consolarem, vai ser todos contra todos, até se fartarem.
É claro que se houver mais de 20 participantes teremos de os dividir em grupos, e depois fazer uma fase final, mas os grupos nunca serão inferiores a 8 jogadores.

Por isso também a necessidade de as inscrições terminarem tão cedo (7 de Julho) que é para tudo ficar bem organizado.
Para nada falhar teremos uma organização própria para os iniciados de modo a não haver confusão com os outros escalões.

ESCALÃO B: Dos 12 aos 17 anos

Os que aqui se inscreverem farão jogos em sistema de grupos, o número de grupos será conforme o número de participantes.

Como a lógica será apurar 2 em cada grupo, se o número de participantes for grande, faremos segundos grupos com os apurados dos primeiros.
O objectivo é alcançar 4 finalistas que passarão ao quadro de honra do torneio: O TOP 12, onde jogarão com 8 seleccionados vindos da prova de séniores.

Os que não conseguirem o apuramento, entrarão em provas de consolação, ou seja num sistema progressivo que escalone a sua posição a partir do 13º lugar.

ESCALÃO C: A PARTIR DOS 18 ANOS

Os que aqui se inscreverem farão jogos em sistema de grupos, o número de grupos será conforme o número de participantes.
Como a lógica será sempre apurar 2 em cada grupo (para que a existência de um jogador muito bom no grupo não desanime os restantes), se o número de participantes for grande, faremos segundos grupos com os apurados dos primeiros.
O objectivo é alcançar 8 finalistas que passarão ao quadro de honra do torneio: O TOP 12, onde jogarão com 4 seleccionados vindos da prova de júniores.
Os que não conseguirem o apuramento, entrarão em provas de consolação, ou seja num sistema progressivo que escalone a sua posição a partir do 13º lugar.

SUPER QUADRO FINAL TOP 12

Os 4 melhores júniores e os 8 melhores séniores disputarão os troféus para os vencedores absolutos do torneio:
Ou se farão dois grupos de 6 para apurar os 2 melhores de cada grupo para fazer a finalíssima, ou 4 grupos de 3 em que se seleccionará apenas o primeiro classificado.
Os outros 8 disputarão entre si, em sistema progressivo, os lugares do 5º ao 12º.

O plano B para o caso de o torneio se atrasar e estivermos com falta de tempo, é estes 8 disputarem esses lugares por eliminatória simples.

PROVA DE CONSOLAÇÃO PARA JÚNIORES E SÉNIORES

Aqueles que não conseguirem o apuramento, irá para uma prova de sistema progressivo que os colocará após a sua complicada realização, com a sua classificação final no torneio definida a partir do 13º lugar.
Nota: aqui não participarão, à partida, os meninos e meninas do escalão A, uma vez que o seu sistema de competição os fará ter número suficiente de jogos para ficarem suficientemente cansados.

PRÉMIOS

A garrafa de vinho e outras lembranças está dependente da generosidade dos nossos patrocinadores
Os troféus em madeira ficavam bem uma vez que somos a verdadeira capital do mobiliário, A ROTA DOS MÓVEIS, mas também não confiar muito nesta publicidade que pode ser enganosa.
É melhor virem só pelo Ténis de Mesa e não propriamente pelos prémios.

ASPECTOS OMISSOS

Não se preocupem, a organização resolve através do art.º 12º do inexistente regulamento do Torneio.

Mas se tiverem questões ou dúvidas não hesitem a perguntar através do e-mail: tavolacast@hotmail.com

Por isso, inscrevam-se quanto antes para nos facilitar a vida na organização da coisa.

HORÁRIO

É para começar à 9h30, mas a ninguém será marcada falta de comparência se chegar atrasado, devendo avisar do atraso, e o torneio irá começando com quem estiver.

ALMOÇO

O nosso propósito era raptar aquele amigo brasileiro que faz aquelas febras espectaculares (para quem conhece) em Sabrosa no torneio do S. Cibrão.
Na falta dele tentaremos ter uns amigos nossos a fazer um arraial paralelo com comes e bebes (ou não fossem as festas da cidade) no recreio da escola. Nunca fiando, o melhor é prepararem-se para piquenicar (quem tiver demasiados pruridos e elegâncias que fique em casa). De qualquer modo o Modelo e o Minipreço (passe a publicidade) ficam a menos de 500 metros de distância para quem queira comprar alguma coisa de última hora.

POR ISSO, QUEM QUISER ACEITAR ESTE DESAFIO DE UMA MARATONA DE TÉNIS DE MESA, inscreva-se já, porque isso ajuda a uma melhor organização dos aspectos logísticos de um torneio com objectivos tão ambiciosamente democráticos.

Para além de tudo isto, e como se já não estivessem convencidos, haverá um prize money de muitos milhares de euros, a pagar através de cheques pré datados para o dia 12 de Dezembro do ano seguinte àquele em que a TÁVOLA seja campeã nacional da 1ª Divisão nacional.

SEJAM POR ISSO BEM VINDOS ao 3º TRADICIONAL XII TORNEIO DE TÉNIS DE MESA DAS FESTAS DA CIDADE DE PAREDES organizado pela Távola de Castelões de Cepêda.

O Grão Mestre,
Vasco Ribeiro

Anúncios

Sobre Távola

Clube de Ténis de Mesa
Esta entrada foi publicada em Torneios. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s